Social Icons

20 de abril de 2012

Henrique, O Encontro com Jesus



Paz do Senhor hermanos e hermanas, peço que prestem bastante atenção na história.

Um garoto chamado Henrique perde a mãe aos 7 anos, o pai já não lhe trata como filho, até parece que já nem liga mais para o garoto, e é assim que Henrique passa a infância e juventude solitário enquanto seu pai vira noites e noites nas tabernas e bares da cidade... Henrique vai crescendo com um sentimento dentro de si que dizia que havia uma guerra a ser lutada e que ele tinha que se preparar.

Henrique era diferente dos outros garotos da cidade, enquanto os outros se divertiam pregando peças nos mais velhos, Henrique estava sempre disposto a ajudar quem precisasse, sem cobrar, era um jovem audacioso, sagaz

Um dia Henrique viu um velho com várias sacolas pesadas e ofereceu se para ajudar, o velho aceitou, e assim Henrique conheceu o mestre, sim, mestre porque aquele senhor ensinava defesa pessoal, Henrique achou uma boa treinar para a guerra que estava por vir, e passou 8 anos treinando com o mestre.

Aos 23 anos Henrique era tão bom quanto o mestre, quis entrar para o exercito do reino e conseguiu, era odiado por todos lá somente por ser um ótimo lutador, isso o destacava, alcançou respeito dos nobres, e passado 10 anos se tornou um cavaleiro real, aquele que não precisava de permissão de nenhuma autoridade militar, ele dava ordens agora, durante esses 10 anos Henrique tinha ajudado o seu país a conquistar duas nações, tinha tudo para estar satisfeito, afinal de contas a guerra que estava por vir, veio, e ele saiu sobrevivente e vitorioso.

Henrique não tinha percebido como o tempo passou tão rapido, já era um homem feito, só que sentia que faltava alguma coisa em sua vida, e sua consciencia estava tão pesada que ele não estava aguentando mais morar naquela cidade. Avistou seus dois amigos que não falava a muito tempo, aqueles dois eram irmãos gemeos cegos, quis "brincar" mas já não lembrava mais o nome deles, se sentiu muito mal por ter mudado, será que foi a guerra que o mudou?

Henrique foi falar com o mestre, fazia tempo que não passava por lá e talvez o mestre poderia responder algumas perguntas que nasceram ao passar do tempo, o mestre estava na varanda sentado em sua cadeira de balanço, Henrique chegou sorrindo lembrando da primeira vez que entrou naquele lugar, o mestre ficou curioso sobre a guerra, sobre o desempenho de Henrique, e depois que Henrique contou da ultima conquista  do rei, uma nação inteira destruída, o mestre o olhou fixamente e perguntou como se sentia, Henrique não quis esconder nada e disse o quanto estava decepcionado consigo mesmo, aquela nação nunca fez nada contra ele, e mesmo assim ele ajudou a destruir tudo, o mestre passou um sermão de meia hora sobre para o que foi treinado, treinado para se defender e matar, disse que Henrique era uma arma mortal, que ninguem em todo o reino lutava tão bem quanto Henrique mas nada daquilo estava ajudando no momento, a conversa se encerrou quando o mestre disse: "Ouça o que diz teu coração"

Henrique agradeceu ao mestre por todos os conselhos e disse que precisava pensar um pouco e ficar sozinho, as palavras do mestre não faziam tanto sentido, ouvir o coração? Ele estava clamando por sangue, por mais mortes, o coração de Henrique se acostumou aos gritos das mulheres desesperadas de cada lugar em que ele passava matando, mas a sua consciência pesava cada vez que ele pensava em voltar a guerra.

Henrique estava chegando em casa quando viu um homem diferente naquela cidade, um homem usando vestido, achou engraçado e se aproximou do homem perguntando se ele estava perdido, o homem o olhou alegremente e disse: "Não, mas você está perdido." Como assim Henrique estava perdido? Ele morava ali a tanto tempo e um estranho diz que ele estava perdido, quis responder com ignorancia mas o homem parecia não estar atrás de confusão, apenas ficou observando o homem segurando uma cajado como se fosse um pastor de ovelhas andando pelo caminho, Henrique se lembrou de quando era criança quando via alguem precisando de ajuda sempre se oferecia para ajudar, mas perdeu esse costume ao passar do tempo, então serntiu uma enorme vontade de oferecer ajuda... o homem parou de andar olhou para trás e disse que era um Rei de um reino muito distante, então Henrique falou que o levaria até os nobres, ao palacio para que aquele Rei pudesse desfrutar dos confortos reais, mas o homem não aceitou, antes pediu para ficar na casa dele, Henrique ficou chocado ao ouvir que um rei preferiria ficar com os camponeses do que ficar com os nobres, mas o levou até sua casa.

Naquela noite Henrique teve pesadelos com as mortes que ele presenciou na guerra, levantou assustado, se vestiu, montou no cavalo e foi para as montanhas pensar, aquelas montanhas faziam a divisa entre um reino e outro, Henrique pensou que estava na hora de mudar de vida, de fugir e trocar de identidade, ele poderia ser quem ele quisesse, esconder seu passado de si mesmo e de outras pessoas, enquanto pensava isso ele se aproximava da montanha, antes de chegar na montanha tinha um rio bem raso, tão facil de fugir, mas quando ele chegou a beira do rio a correnteza ficou muito forte, se ele tentasse passar seria arrastado com seu cavalo, então voltou...

Como aconteceu aquilo? Estava tão fácil de fugir e de repente, bom, seu pensamento foi interrompido por uma multidão de pessoas gritando alegremente Aleluia! Desceu do cavalo e perguntou para um rapaz o que estava acontecendo ali, não pôde acreditar no que ouviu, aquele rei usando vestido fez muitos milagres e maravilhas naquele lugar, então Henrique quis ver o homem imediatamente, quase caiu do cavalo quando viu os irmãos gemeos que eram cegos correndo atrás do cachorro de estimação, aquele homem estava embaixo de uma figueira e em volta dele estava uma multidão o ouvindo falar, Henrique parou diante dele e perguntou quem ele era, o homem se levantou e disse que era Jesus de Nazaré, isso fazia muito sentido, o vestido que usava era próprio do povo de Israel, mas se ele era Rei, não poderia ser Rei de Israel já que aquele território estava tomado pelos romanos, então perguntou se Ele era rei de Israel, Jesus olhava para Henrique tão fixamente que parecia que conseguia enxergar o intimo dEle, Henrique perguntou a respeito dos milagres, por meio de que eram realizados, então quando Jesus respondeu que eram feitos por meio do Deus verdadeiro, Henrique olhou para a estatua gigante que ficava na entrada da cidade, apontou para ela e perguntou se era aquele deus, Jesus disse que não, que aquilo era uma estatua sem valor.

As pessoas tinham ouvido tanta sabedoria saindo da boca de Jesus até Henrique chegar, logo vieram alguns guardas do reino para pegar Jesus, se espalhou na cidade que havia outro rei pregando sobre outro Deus, Henrique mandou que os guardas o largassem, disse que ele mesmo falaria com o rei, Jesus se sentou e chamou Henrique pra mais perto, quando Henrique estava um pouco mais próximo Jesus falou que veio para aquela cidade por um proposito, veio para salvar Henrique, disse que conhecia o caos que está sua cabeça e que se Henrique deixar, o Deus verdadeiro pode aliviar, então Jesus disse: "Vinde a mim os cansados e os oprimidos e eu os aliviarei" isso fez com que Henrique chorasse, a tanto tempo que o cavaleiro se sentia cansado e ninguem o entendia, tantas vezes tentou fugir da cidade e não conseguia, Jesus o entendeu perfeitamente e disse: "Ouça com o teu coração mas não dê ouvidos a Ele"

Henrique se levantou, sua consciencia estava leve e ele se sentia novo em folha, subiu no cavalo e foi para o castelo do rei, as palavras de Jesus eram fortes demais e fazia sua alma dançar de alegria, ele estava tão impactado que achou que não conseguiria falar com o rei direito. Mal entrou na presença do rei e o próprio rei veio recebe lo na porta aparentando estar com muito medo, na real estava mesmo, desde que Jesus chegou só se ouvia falar de seus milagres e de sua sabedoria, o rei ficou sabendo que Jesus passou a noite na casa de Henrique e ficou com medo de que o cavaleiro real não tivesse mais lealdade ao ele...

Henrique se esquivou das mãos do rei, ficaram se entre olhando e Henrique sabia que tinha que dizer alguma coisa, a voz de Jesus ecoava em sua cabeça "Ouça com o coração mas não dê ouvidos a ele" Então Henrique seguiu este conselho do novo e verdadeiro Mestre Jesus, sua consciencia dizia para não voltar a guerra, poiis a verdadeira guerra era dentro de si, o caos que estava sua cabeça tinha ido embora quando Jesus falou do verdadeiro Deus, então pela primeira vez Henrique tinha certeza do que fazer, disse que não queria mais voltar a guerra, e que a partir daquele momento estava deixando seu cargo de cavaleiro real.

O Rei soltou uma gargalhada tão horrivel que até os conselheiros do rei ficaram com medo, o rei era um homem ambicioso, desde que estava sob o poder procurou apenas conquistar territorios, nunca se importou com o povo, mas Henrique não esperava que o rei fosse se importar com a saída dele de tal cargo.

O Rei disse para Henrique que ele não poderia escolher o que fazer, ele não tinha escolhas, ele servia ao rei, e morreria servindo ao rei, não fazia sentido, do que adiantava ter tanto previlegio como cavaleiro real se não tinha a própria liberdade de suas escolhas? O Rei deixou bem claro que se ele saísse pela porta, estaria morto, mas Henrique já não tinha mais medo e saiu do castelo.

Jesus estava vindo ao seu encontro, Henrique o abraçou e perguntou o que tinha que fazer para ser salvo? Jesus apenas disse, você está fazendo, creia no verdadeiro Deus e seja salvo, nessa hora dois guardas cavalgavam com suas espadas para matar Jesus e Henrique, foi então que uma voz se ouviu dos céu dizendo: "Este é meu filho amado que eu glorifico no céu, na terra e debaixo da terra" a estatua do falso deus que ficava na entrada do reino se partiu em várias partes, e todos glorificavam a Deus, os guardas desceram dos cavalos e corriam até Jesus para adora lo, um se prostrou diante de Jesus, o segundo não conseguiu chegar até Jesus, pois o rei tomado por inveja de Jesus lançou uma flecha e acertou o guarda que caiu no chão e foi se arrastando dizendo "Jesus, Jesus" Então o Senhor disse:

"Não temas, a morte não é o fim, hoje mesmo estará comigo em meu reino"

Aquele guarda adormeceu e o rei veio em direção a Jesus mas não o pode fazer nada, Henrique começou a repetir "Eu te aceito Jesus, como meu Senhor e Salvador" sem parar, de alguma forma, aquele rei ambicioso pelo poder e controle da vida de Henrique sabia que era tarde demais.

Na realidade isso tudo aconteceu dentro de uma mente, isso tudo aconteceu espiritualmente, com um cara chamado Felipe Henrique, que passou a vida toda se preparando para a guerra errada, só quando conheceu Jesus é que descobriu que a verdadeira guerra é intima, é interior, é entre a carne e o espirito, é contra o diabo e seus demônios, só depois que aceitou Jesus como Senhor e Salvador foi que realmente estave livre. 

"Pode abrir os olhos filhos meu, agora ide e pregai o evangelho a toda criatura"

Por Felipe Henrique

Um comentário:

  1. Estive a ver algumas coisas em seu blog. Desejo deixar um convite, tenho um blog com o nome de Peregrino e Servo. Meu nome é Antonio Batalha sou portugues. Se desejar fazer parte, eu ficaria radiante em tê-la como minha amiga virtual, isto é, nao quero que se sinta coagida a faze-lo mas apenas se deseja. Se achar que nao merece a pena fico-lhe grato na mesma. Decerto irei retribuir seguindo o seu blog também. Um obrigado.

    ResponderExcluir