Social Icons

15 de dezembro de 2011

Ser Cristão É Crer, Acima da Dúvida.

Tomé é conhecido como o discípulo que duvidou da ressurreição de Jesus. Sua passagem na história é marcada por este fato, que podemos considerar triste, mas que serviu para firmar a fé daquele que só acreditava vendo.

Além de tudo, Tomé era um homem fiel ao seu Mestre, fiel ao ponto de encorajar os demais discípulos para irem até a Judéia, e se fosse preciso, morrerem com Cristo.

“Disse, pois, Tomé, chamado Dídimo, aos condiscípulos: Vamos nós também, para morrermos com Ele.” (João 11:16)

É preciso entender que, a dúvida de Tomé (no episódio da morte de Jesus) expressava sua sinceridade diante daquela situação tão triste. Faça as seguintes perguntas a si mesmo: Quantas vezes as dúvidas vieram ao meu coração, quando passei por dificuldades? Quantas vezes eu duvidei da vinda de Jesus? Quantas vezes eu duvidei de sua obra (em mim ou através de mim)? Quantas vezes eu duvidei que fosse alguém escolhido por Deus?

É inegável o fato de que, por muitas vezes, duvidamos em nosso coração. Nós nem sempre expomos a dúvida (como Tomé expôs), e pior, muitas vezes fingimos crer, quando nem mesmo acreditamos. Agora vou dizer qual foi o diferencial na vida de Tomé, que devemos tomar como exemplo em nossas vidas.

Sua dúvida não foi motivo suficiente para ele deixar os discípulos que aguardavam a Jesus. Ele não parou. Ele esperou para poder ver Jesus. Esperou para ver as feridas. Essa espera fez toda a diferença. Tomé teve uma experiência com Jesus!

A bíblia fala que depois da ocasião em que Tomé duvidou, passaram-se oito dias até que Jesus aparecesse novamente aos discípulos. Agora eu pergunto: O que leva uma pessoa que não acreditou no testemunho de dez homens, aguardar alguém que, naturalmente, estava morto? A resposta é que sua fé, para esperar, foi maior que sua dúvida para querer ver e tocar as feridas do Mestre.

Perceba que Jesus não apenas tirou a dúvida de Tomé, mas, ensinou-lhe que melhor é crer em algo que não se viu (esse exige fé) do que crer no que é visível (que não necessita da fé).

“Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram!” (João 20:29)

Depois dessa experiência, Tomé não foi mais o mesmo: Ele passou a perseverar em oração com os discípulos (At 1:13,14). Ele creu na escolha (por Deus) de Matias (At 1:24-26) e ele esteve lá no dia de Pentecostes, para receber a promessa do Espírito Santo que ainda não fora recebido por nenhum dos discípulos (At 2:1,4). Ele realmente aprendeu a lição, sua fé foi aumentada por Jesus. Que homem bem-aventurado!

Para onde nossas dúvidas tem nos levado? Elas nos fazem parar? Fazem-nos escolher nossos próprios caminhos? Fazem com que nos afastemos do propósito de Deus pra nossas vidas? Se escolhermos qualquer uma dessas respostas, então precisamos aprender com a vida de Tomé, que mesmo tendo duvidado, permaneceu na espera Daquele que poderia tirar todas as suas

dúvidas, Aquele que tinha as feridas que responderiam a todos os seus questionamentos, Aquele que tinha as palavras que edificariam sua fé.

Suas dúvidas, seus questionamentos, não o fazem mais ou menos cristão do que os demais. O que fará a diferença em sua vida cristã é a forma com que você lida com as situações, em quem você busca as suas respostas. Jesus pouco se importa com o que não sabemos, Ele quer que tenhamos o coração disposto a aprender com Ele. Deus quer que apliquemos o que aprendemos. Precisamos buscar (e esperar) as respostas em Jesus, através de sua Palavra (a bíblia), aprendendo e praticando o que aprendemos, tendo contato com Deus, através da oração.

Se em algum momento você vier a duvidar, busque a resposta em Jesus, toque as feridas Dele se for preciso, mas não deixe de acreditar que Ele pode te fazer um cristão melhor, como fez com Tomé.

Dessa forma viveremos, sendo transformados de glória em glória e para a glória de Deus.

Tomé creu, acima da dúvida. E você? Como vai agir?

Deus lhe abençoe!

Abraços fraternos, em Cristo.

Otávio Santos. ^^

Twitter: @OsantPleno

6 comentários:

  1. Olá! Devo admitir que, em meus 12 anos de cristão, jamais vi ou ouvi uma reflexão mostrando esse lado da vida de Tomé. O texto está incrível! Chego até mesmo a admirar aquele a quem antes tinha uma imagem apenas de incrédulo! Quanto aprendi hoje! Parabéns ao blog, e ao Otávio pelo texto! Deus abençoe vocês!

    ResponderExcluir
  2. Gostei desse texto ,pois me fez refleti bastante :)

    ResponderExcluir
  3. Gostei desse texto ,pois me fez refleti bastante :)

    ResponderExcluir
  4. Amém!!!!
    Deus continue usando sua vida querido irmão Otávio, através de você muitos podem ver, conhecer e crer em Cristo!!!!

    ResponderExcluir
  5. Meu querido Tavinho. Você é Benção, irmão! \o/ Deus tem te usado muito.. e tenho certeza que continuará usando ainda mais! *-*

    ResponderExcluir
  6. Esse irmão, é realmente uma benção!!!! Também nunca tinha visto o "tal" Tomé dessa forma. Concerteza hoje também aprendi muito. Que Deus continue te dando tais reflexões e que você continue sendo essa benção querido irmão e amigo Otavio.

    ResponderExcluir