Social Icons

19 de setembro de 2011

Ex-crente que virou ateu debocha das línguas estranhas em entrevista a Jô Soares

Em junho passado o jornalista Fábio Marton esteve no programa do Jô Soares contando sua experiência com o cristianismo e como ele passou a ser ateu, experiência narrada no livro “Ímpio – O Evangelho de um Ateu”. Na entrevista o escritor conta que foi um pregador mirim e que até ajudou a expulsar os demônios.

Eu fiz tudo o que havia pra ser feito, preguei do púlpito, cantei, ajudei a tirar o capeta da minha mãe, tive o capeta expulso de mim mesmo”, conta Fábio. Ele frequentava antes uma denominação chamada Igreja Evangélica Exército Celestial que funcionava em Osasco, na Grande São Paulo, e hoje não existe mais.

Em uma parte da entrevista o apresentador puxa o assunto sobre os dons de línguas e criticam a forma como as igrejas pentecostais usam essa passagem da Bíblia.

Eu acho que é uma confusão, um erro de tradução que acabou sendo um erro de interpretação”, disse o Jô Soares que continuou explicando seu ponto de vista com bases bíblicas. “Quando os discípulos saem para pregar o evangelho, Jesus diz que eles vão ter o dom de falar em todas as línguas porque cada um vai para uma região do mundo”.

Jô Soares que é católico, questiona se o Marton falava em línguas e o escritor por sua vez explica que falar em línguas, apenas enrolando a língua, se chama glossolalia. “No pentecostes aparece os apóstolos falando com as pessoas e as pessoas reconheciam as línguas delas. Obviamente que isso [que acontece nas igrejas] não tem nada a ver”.


Fonte: Blog Do Lucas

Um comentário:

  1. Aquele que conheçe a verdade e volta para o Mundo, e semelhante a uma porca que volta a comer seu Vômeto .

    Muitos serão chamandos más poucos escolhidos, alias poucos querem seres escolhidos pois o evangelho requer RENUNCIA .

    ResponderExcluir