Social Icons

3 de setembro de 2011

A revolução do Amor





Eu, em minha triste condição de pecadora, consigo não entender, mas reconhecer o que acontece com quem tem medo ou vergonha de testemunhar a Jesus, falar e ter orgulho dEle. O único motivo que consigo encontrar é que são pessoas totalmente disprovidas da Palavra! Ou seja, pessoas que não leem a bíblia e por isso não conhecem de verdade o nosso Rei e Salvador. Porque é muito fácil, digo muito fácil mesmo, pra você que tem o Espírito Santo, se apaixonar completamente por Jesus ao ler o que Ele realizou aqui na terra. Jesus é apaixonante demais! O que mais gosto é ler e ser ministrada por Deus sobre como Ele agia nas mais diversas situações, principalmente no relacionamento com as pessoas. Jesus conseguia, ao mesmo tempo que repreendia, ter uma fala e uma autoridade tão doce que em nenhum momento pôde ser julgado por algo que tenha feito, pois todas suas ações, orações, diálogos, cada palavrinha tinha um propósito. Ele não perdia tempo. A cada oportunidade que surgia Ele ensinava algo, e mesmo que as oportunidades não surgissem, Ele as fazia surgir! Não é como nós, que muitas vezes colocamos a culpa em tudo, menos em nós, quando não fazemos nosso papel como integrantes da Grande Comissão de Cristo, levando Sua Palavra de amor.
E o mais incrível é que absolutamente tudo que Jesus fazia tinha amor. Por trás de cada gesto, um amor incomparável estava ali, marcando a vida das pessoas que estavam recebendo desse amor. Hoje, lendo o célebre capítulo 4 de João, em que Jesus oferece a água da vida à mulher samaritana, pude perceber mais uma vez esse amor incrível. Jesus ia até aqueles que ninguém dava importância; ele estava sempre com os marginalizados da sociedade, com as pessoas que muito crente hoje olharia e diria, por exemplo "Ohhhh Jesus está falando com aquele cara cheio de piercings e tatuagens???". Como fizeram os discípulos no versículo 27 "Naquele momento chegaram os seus discípulos e ficaram admirados, pois ele estava conversando com uma mulher". E mulher samaritana ainda! Mulher daquele povo que não se dava com os judeus (Povo de Jesus).. mas ao perceber a tragetória de Jesus aqui na terra a gente aprende que na verdade, Jesus não tinha "povo", Ele era e é de todos aqueles que creem que Ele é o Filho de Deus, creem no Seu sacrifício na cruz, creem que Ele foi ressuscitado e está a direita do Pai.
Jesus foi tão impactante em sua forma de viver, que até hoje, mais de dois mil anos de sua passagem aqui nesse mundo, Ele continua se fazendo conhecido e impactando pessoas, transformando vidas, restaurando corações, mudando o rumo de muitos. Jesus escolheu viver em amor, porque Ele era o próprio amor. Em tudo que Ele fazia lá estava o amor, e voltando um pouco ao que eu disse que Jesus sempre estava com os excluídos, isso é uma das coisas que mais me fazem cair o queixo de admiração e fazem meu espírito se alegrar, pois o Rei dos Reis, Aquele que criou o Universo e tudo o que nele há, foi e é o mesmo que ama a todos, e dá tanta importância aquele esquecido, humilhado, rejeitado. Isso é mais uma prova de que pra Jesus não importa o tamanho do nosso problema, do nosso pecado, pois Ele sempre terá prazer em se aproximar de nós, terá a maior alegria em nos mostrar o erro e andar com a gente, todos sujos e fedendo de tanto pecado, porque aí, durante a caminhada, Ele terá tempo de sobra pra poder nos limpar e deixar limpinhos e bem cheirosos, para o dia em que Deus O revelar a todos, e assim, vier buscar aqueles que abriram espaço para o amor de Jesus em suas vidas e O deixaram limpar e curar todas as feridas.
Assim Ele é. Lindo assim, misericordioso assim, impactante assim, incrível assim, apaixonante assim. Amor...assim.

Twitter: @arlenekanaki

Nenhum comentário:

Postar um comentário