Social Icons

7 de agosto de 2011

Indecisão é uma Escolha

Recebi esse texto por e-mail do Juanito Carvalho e gostei muito e gostaria de compartilhar com vocês
Então vamos ao post!

Compro uma camisa azul ou verde? Faço faculdade de direito ou psicologia? Namorar ou casar? Qual a melhor coisa a fazer? Como devo me comportar? Onde quero chegar?
A dúvida faz parte da vida de todas as pessoas, mas algumas conseguem resolver esse problema mais rápido, outras se tornam eternamente indecisas.
A ala dos indecisos é justamente a maior. Todos os dias negócios deixam de ser fechados, casas deixam de ser compradas, faculdades perdem seus alunos e o mundo perde idéias transformadoras porque determinado indivíduo não conseguiu tomar uma decisão.
O pior é quando essa indecisão atinge a vida de outras pessoas, interferindo efetivamente no desenvolvimento do futuro de alguém. Parece estranho pensar dessa forma, mas a verdade é que a indecisão de uma maioria pode interferir no futuro de uma minoria.
Não é apenas uma questão de saber se quer ou não aquilo que está sendo proposto, é uma questão de saúde. Isso mesmo, saúde. Normalmente as pessoas que não conseguem tomar decisões no momento certo demonstram que tem algum tipo de problema psicológico que as impede de decidir.
Às vezes um trauma do passado, a dureza da criação, agressões, brigas, espancamentos e vários outros traumas sofridos durante a infância podem desencadear na pessoa sentimentos como complexo de inferioridade, medo e insegurança, impedindo que essa pessoa seja capaz de tomar decisões sozinha.
No seu inconsciente, é como se todas as vezes que é acionada para tomar uma decisão à lembrança das agressões e ameaças voltassem a fazer parte de sua história. Em alguns casos as lembranças do passado são tão fortes que desestabilizam o indivíduo emocionalmente.
Mas, a Bíblia nos garante que Jesus veio para que sejamos completamente livres de todas as coisas que nos prendem. Embora muitas pessoas ainda não entendam, Yeshua veio para curar o homem em todas as esferas de sua vida, inclusive dos traumas do seu passado.
Ele, mais do que ninguém, deseja que o indivíduo seja completamente livre para tomar decisões, sem precisar ficar se apoiando em outras pessoas para fazer suas próprias escolhas. A palavra diz que: “Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.” (João 8: 36).
Deus não criou você para ficar preso em sentimentos destruidores que operam em sua vida como limitadores de decisões e impedem que você venha conquistar aquilo que o Senhor já separou para você.
Toda escolha, seja ela qual for, é uma forma de decidir. Certa vez Jesus disse que o homem não poderia servir a dois senhores. Em outras palavras estava ensinando que qualquer decisão tomada, independente de qual seja, irá manifestar adoração a alguém.
O indeciso vive em cima do muro, com medo de desagradar as pessoas que estão a sua volta. Mas, quando isso parte para o lado espiritual, a indecisão é a escolha do lado oposto ao que Deus está.
Isso porque, estar indeciso é a manifestação da falta de fé no Deus a quem serve, e a Bíblia diz que sem fé é impossível agradar a Deus. Portanto, o fato de não querer decidir para deixar de “magoar” alguém já é uma decisão que se toma, e interfere no seu relacionamento com o Eterno.
É justamente por isso que Jesus está disposto a curar o seu coração de tudo aquilo que vem causando esse medo, para que você possa ser livre para decidir. Tudo que Ele precisa é que você se renda a sua vontade.
A indecisão já é uma escolha, e por mais que você não queira, ela pode interferir totalmente em seu futuro. Hoje você pode decidir entre ser livre ou permanecer cativo, sabendo que a indecisão, mesmo que você não queira, te coloca no segundo grupo.

Juanito Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário