Social Icons

27 de agosto de 2011

Renê Terranova e espúria doutrina das primicias.

Por Renato Vargens
Há pouco fiquei sabendo de uma nova modalidade gospel de tirar dinheiro do povo.

Pois é, eis que surgiu retumbante no território tupiniquim a doutrina das prímicias.

Segundo os defensores desta nova modalidade de "contribuição financeira " , todo crente em Jesus deve oferecer ao seu líder as primicias de sua renda. Nesta perspectiva, o cristão além de ofertar e dizimar na igreja ele precisa prioritariamente HONRAR com suas finanças aquele que o lidera.

O Patriarca apóstólico Renê Terranova em seu site oficial tem a cara de pau em afirmar que a primícia é uma semente tão singular, que mesmo antes de se instalar qualquer outra doutrina na Terra, depois da queda de Adão, o assunto que moveu o céu para terra foi a primícia. Segundo o Paipóstolo, Deus disse que Se moveria a favor de Abel. A primícia foi o primeiro assunto ventilado de discussão na Terra, entre o irmão mais velho com o irmão mais novo. Então, só nos resta o entendimento espiritual, e não a paga de um imposto novo, pois onde tiver a honra, ganhamos o respeito de Deus.

O profeteiro de GEZUIZ também afirma que muitos ganham por entregar em fidelidade o dízimo, outros prosperam em entregar a oferta, mas outros tantos que dizimam e ofertam perdem tudo por não terem a sabedoria de não guardar o princípio da primícia. É a primícia que traz a honra e libera o favor do Eterno. Deus nunca travou uma guerra com ninguém sobre nada a não ser mover-se na terra por causa das primícias. Então, a primícia é o sinal que atrai a presença do Senhor para uma visita sobrenatural no nosso território (Gênesis 4).

Caro leitor, as vezes sou tentado a achar que vaca foi para o brejo! Lamentavelmente a capacidade de alguns dos denominados líderes evangélicos em produzir heresias é absurdamente impressionante!

Confesso que estou profundamente estupefacto com a mais nova afirmação "Terranoviana". Ora, afirmar que depois da queda a primeira providência divina foi instaurar a doutrina das primicias é demais da conta não é verdade?

Pois é, sabe qual é o problema? Esses caras se acham maiores que as Escrituras, mais importantes que os apóstolos de Cristo, a última Coca-cola do deserto.

Há pouco soube de apóstolo moderno que ao pregar sobre a segunda carta de Pedro soltou a seguinte pérola: "Se eu pudesse falar com Pedro, de apóstolo para apóstolo diria que ele errou aqui."

Prezado amigo, diante das sandices apostólicas ouso afirmar sem a menor sombra de dúvidas que a maioria das doutrinas dos neopentecostais fazem-nos por um momento pensar que regressamos aos tenebrosos dias da idade média, onde o misticismo, a “mercantilização” da fé, bem como as manipulações religiosas por parte de pseudo-apóstolos, se mostram presentes.

O reformador João Calvino costumava dizer que o verdadeiro conhecimento de Deus está na Bíblia, e de que ela é o escudo que nos protege do erro. Em tempos difíceis como o nosso precisamos regressar à Palavra de Deus, fazendo dela nossa única regra de fé, prática e comportamento, até porque, somente assim conseguiremos corrigir as distorções evangélicas que tanto nos tem feito ruborizar.

“Tende cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo”. Colossenses 2.8

“Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos, não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas. Tu , porém, sê sóbrio em tudo , sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério”. 2Tm 4.3-5

SOLI DEO GLORIA NUNC ET SEMPER

Renato Vargens

Nenhum comentário:

Postar um comentário